E-mail Facebook Twitter

Projeto Hospitais Saudáveis

Notícias

Organizações de saúde se destacam no Guia Exame de Sustentabilidade


Organizações de saúde como os laboratórios Sabin e Grupo Fleury e os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês foram reconhecidas pelo Guia Exame de Sustentabilidade como instituições-modelo que apresentam melhores práticas de sustentabilidade, configurando-se como exemplos inspiradores para o setor saúde.  O Guia da Revista Exame destaca as melhores práticas de responsabilidade corporativa do país em diversos setores.  Na edição de 2014, 61 empresas em 19 setores foram classificadas em 10 categorias da sustentabilidade. São elas: Governança de Sustentabilidade; Direitos Humanos; Mudanças Climáticas; Relação com a Comunidade; Relação com Clientes; Gestão de Fornecedores; Gestão de Água; Gestão de Biodiversidade; Gestão de Resíduo; e Ética e Transparência. Dentro do setor saúde, o Sabin teve destaque pelo crescimento sustentável com a força de líderes mulheres; o Grupo Fleury pela valorização e engajamento dos colaboradores, o que resultou em um aumento da eficiência de seus processos; o Hospital Albert Einstein pelos serviços prestados à comunidade e o Hospital Sírio-Libanês pelo comprometimento com a Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis.

O Hospital Albert Einstein e o Hospital Sírio-Libanês são membros ativos da Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis no Brasil. Além de desenvolverem amplos projetos ambientais e de responsabilidade social, promovem a saúde ambiental dentro do setor e junto à comunidade, seguindo e divulgando a Agenda HVS, documento de referência da Rede Global.

De acordo com o Guia Exame de Sustentabilidade, o Hospital Albert Einstein desenvolve diversos projetos de responsabilidade social, dentre estes mantém um ambulatório médico na comunidade de Paraisópolis, situada na periferia da Zona Sul de São Paulo, que atende 10000 crianças por ano, possibilitando acesso a exames, vacinas, medicamentos, cirurgias e acompanhamento nutricional, além de atividades ligadas à música, esportes e capacitação na área de moda e gastronomia. Incluindo esses serviços, em 2013 a unidade prestou mais de 27400 atendimentos. Nesse ano, 106 crianças foram diagnosticadas com baixa acuidade visual e receberam óculos com lentes corretivas. De acordo com Claudio Luiz Lottenberg, presidente do Hospital Albert Einstein, “Os casos de cegueira poderiam ser reduzidos pela metade se fossem tomadas medidas preventivas eficientes ainda durante a idade escolar”. O Hospital Albert Einstein compartilha seus avanços ambientais através dos estudos de caso, relatos de experiências inovadoras e bem sucedidas que podem ser baixados gratuitamente na biblioteca do site do PHS.

O Hospital Sírio-Libanês, que é membro fundador do PHS e da Rede Global HVS, está passando por um grande processo de ampliação, quase dobrando o número de leitos e de salas de cirurgia. Essa expansão inclui investimentos em tecnologia para reduzir grande parte do impacto ambiental de suas atividades e as novas instalações terão certificação de construções verdes pelo Leed. A nova central de água gelada, por exemplo, permitirá reduzir o consumo de energia em 40%. De acordo com o Gonzalo Vecina Neto, superintendente do Hospital Sírio-Libanês, a construção de um edifício sustentável faz parte de um plano abrangente, orientado pela Agenda Global Hospitais Verdes e Saudáveis. Dos dez objetivos propostos pela Agenda (Liderança, Substâncias Químicas, Resíduos, Energia, Água, Transporte, Alimentos, Produtos Farmacêuticos, Edifícios e Compras), seis já estão bem encaminhados na instituição e outros dois estão em fase de planejamento. De acordo com Vecina “Ainda precisamos encontrar soluções para encaminhar essas questões, mas nosso grande desafio é promover essa agenda sustentável para todo o setor saúde”.

O Guia Exame de Sustentabilidade demonstra que organizações líderes do setor saúde, como o Laboratório Sabin, Grupo Fleury, Hospital Albert Einstein e Hospital Sírio-Libanês, assim como muitas outras, estão levando a sério suas políticas de sustentabilidade e que o setor saúde pode tornar-se um exemplo no ambiente empresarial ao oferecer serviços de qualidade, com inovação, tecnologia e principalmente, comprometido com a preservação do meio ambiente, a saúde ambiental da comunidade e a segurança de pacientes e colaboradores. Tal tendência no setor saúde se confirma pela crescente adesão e participação de hospitais e sistemas de saúde brasileiros na Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis. A Rede HVS atualmente já conta com quase 100 organizações de todas as regiões do Brasil e centenas de membros em todos os continentes.

Conheça mais sobre o projeto de compostagem de resíduos orgânicos do Hospital Sírio-Libanês apresentado como estudo de caso à Rede Global HVS

Conheça mais sobre os projetos do Hospital Albert Einstein de Redução de Desperdício de Alimentos, Redução de Embalagens de Fio de Sutura, Redução de Mantas de SMS em Centro Cirúrgico

Mais informações sobre a Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis

 

NOSSOS PROJETOS

Seminário Hospitais Saudáveis - SHS é o principal evento promovido pelo Projeto Hospitais Saudáveis. Saiba Mais

Saúde Sem Mercúrio - O mercúrio é tema de campanha mundial. Saiba Mais

Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis - Saiba mais

Desafio 2020 a Saúde pelo Clima - Saiba mais

PARCERIAS

O Projeto Hospitais Saudáveis é ponto focal no Brasil da organização internacional Saúde Sem Dano. Saiba mais

PARTICIPE DO PHS

Receba nossos boletins, notícias e divulgação de eventos.Torne-se membro do PHS ou cadastre-se para receber notícias e divulgação de eventos