E-mail Facebook Twitter

Projeto Hospitais Saudáveis

Seminário Hospitais Saudáveis



Projeto Hospitais Saudáveis

O Seminário Hospitais Saudáveis discute a problemática dos Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) desde sua primeira edição em 2008, junto aos demais temas que compõem a complexa questão ambiental nas organizações de saúde. Em 2014, introduzimos na nossa programação o “Fórum Nacional de Vigilância Sanitária de Resíduos de Serviços de Saúde”, iniciativa que objetiva pautar o debate sobre a regulação de um tema que pouco avançou nos últimos anos. Saiba mais informações sobre o Fórum de Vigilância Sanitária de RSS, realizado no SHS 2015.

O Fórum Nacional de Vigilância Sanitária de Resíduos de Serviços de Saúde é uma iniciativa do Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, em parceria com as demais organizações promotoras e apoiadoras do SHS.

A proposta deste Fórum é promover um ambiente livre e democrático para manifestação de profissionais e organizações ligadas ao tema, de forma a construir consensos quanto aos rumos e prioridades na regulação do manejo dos RSS. Os debates e conclusões de cada edição do Fórum são registrados em ata que é encaminhada aos principais órgãos de saúde pública e meio ambiente nacionais.

O tema do Fórum deste ano será “Rastreabilidade na destinação dos RSS”. Trata-se de aspecto crítico do gerenciamento que abrange desde a geração e identificação dos RSS, até sua disposição final, incluindo as etapas de armazenagem, coleta e tratamento.

O tema da rastreabilidade complementa e estende os debates sobre os temas dos Fóruns anteriores: “Acondicionamento de RSS Perfurocortantes” (2014) e “Conteinerização no Manejo de RSS Perigosos” (2015).

A rastreabilidade dos RSS contempla aspectos como monitoramento das responsabilidades pelo fluxo, trânsito e transferências dos resíduos ao longo da cadeia de geração e destinação. Ela também contribui decisivamente em outros aspectos decisivos para a qualidade na gestão dos RSS, como o monitoramento das quantidades geradas - demanda das novas leis de políticas nacional e estaduais de resíduos sólidos - e o controle mais preciso sobre a segregação dos resíduos na sua origem.

Assim como em relação aos temas dos Fóruns anteriores, a rastreabilidade representa um enorme desafio a ser enfrentado pelas organizações de saúde, meio ambiente e de destinação de resíduos no Brasil.

Frente a este desafio, tomamos como base experiências de países que já superaram e aprimoraram, ao longo das últimas décadas, suas soluções operacionais, gerenciais e legais em RSS. O Fórum parte do princípio de que soluções adotadas por diferentes países precisam ser amplamente discutidas e devem ser adaptadas à realidade brasileira e dos diversos estados da federação. Da mesma forma que essas diferenças devem ser reconhecidas e respeitadas, não cabe admitir que importantes aspectos de risco sanitário, ocupacional e ambiental sejam subestimados, tendo como argumento a conservação de práticas obsoletas ou ineficazes.

Cabe destacar que o objetivo maior deste Fórum é o aprimoramento dos sistemas de RSS, tendo como premissa que este aprimoramento leve à eficiência, segurança e sustentabilidade da assistência à saúde no Brasil.

O Fórum de Vigilância Sanitária de RSS é uma iniciativa permanente. Todos podem participar deste debate. Contribua você também enviando a qualquer tempo suas sugestões de temas para novas discussões ou comentando edições anteriores através do e-mail: resíduos@cvs.saude.sp.gov.br.

Acompanhe nesta página, atualizações sobre o III Fórum de Vigilância Sanitária de RSS.